Sexta-feira, 7 de Julho de 2006

Entrevista com FernandoFernandes (FF)

Fernando Fernandes vai percorrer o País com a digressão do seu primeiro CD, Eu Aqui. Porém, o regresso aos Morangos está nos seus planos.
Nos Morangos, foi o Tomé e, a determinada altura, o FF. Qual deles lhe provocou um maior conforto?
Sentia-me confortável nos dois. Mas aquele que se calhar tem mais a ver comigó é o FF. Não tão sob aquela forma inicial, a do homem da máscara, porque eu nunca precisei de me mascarar para cantar, mas no facto de estar mais próximo daquilo que eu gosto de fazer. Em termos de personagem, o Tomé sempre me aliciou.
Porquê?
Primeiro, porque me permitiu ligara música e a representação. Depois, porque é uma personagem à qual eu tinha que dar bastantes coisas para ir aparecendo. Foi uma personagem que evoluiu.
A partir do momento em que o FF nasce, o Fernando começou a ter fãs. Como é que tem lidado com eles?
Uma das coisas que me surpreendeu foi quando pisei o palco pela primeira vez e reparei que toda a gente sabia as minhas músicas de cor. A dedicação que as fãs têm é uma coisa que me surpreende. Mas lido bem com isso.
A fama mudou alguma coisa na sua vida?
Nada. continuo a sair com os meus amigos, a andar de transportes. Não deixei de fazer nada. Não vejo a fama ou mediatismo como uma coisa negativa.
Recebe muitas cartas de fãs?
Algumas. Nos concertos recebo flores, cartolinas. Quando dou autógrafos, dão-me papéis. è giro porque deixam sempre o número de teçemóvel (risos). Escrevem uma grande carta e depois, no final, lá está o número.
E liga?
Não posso. Se começasse a ligar... Se lagasse a uma pessoa, teria que ligar a todas as outras. Seria injusto só ligar a uma. E teria um grande problema para resolver (risos).
Como é que os seus pais acompanham este seu sonho?
Os meus pais sempre me apoiaram, desde o primeiro dia em que eu disse que gostava de cantar. São pais babados.
Com a digressão, não tem pena de perder as idas à paraia com os amigos?
É por este sonho que eu estou a lutar, é este o caminho que eu quero seguir, portanto... Sempre que puder vou à praia, mas espero que esse tempinho livre não venha tão cedo, porque eu estoua gostar muito do facto de não ter nenhum temo livre.
Ainda é cedo para falar num segundo CD?
É cedo, no sentido em que este álbum está agora a fazer-se à estrada, mas nunca é cedo para começar a reunir ideias e traçar o esboço do que poderá ser o novo trabalho.
Vai regressar aos Morangos com Açucar?
O final do Tomé ficou em aberto. Além disso, não houve uma saída oficial.

 Fonte: TV Guia Novelas

publicado por docemorangos às 11:42
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Resultado!!

. ...

. ...

. Resultado da votação

. D`ZRT

. Resultado

. Parabens!!!

. Desculpa

. Fotos de Joana Duarte e F...

. Entrevista com a Diana Ch...

.arquivos

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds